16.11.10

Tantas vezes vezes vai o cantaro 'a fontre que um dia la' fica. Nao ficou estilhacado nas lajes da fonte mas foi por coisa de metros que nao fui aberto ao meio e afundado por um petroleiro a meio caminho entre Charleston e Tortola , a meio da noite como 'e natural.

Era o meu quarto de vigia , vi um bocado tarde as luzes de um navio , confiei que passava ao nosso largo e mesmo que se houvesse alteracoes de rumo a fazer competia-lhe a ele porque eu me apresentava por estibordo e tinha a prioridade. Ele nao me viu , eu desci para a cabina e passados dez minutos rebentou-me com a proa num estrondo medonho e seguiu a sua rota sem notar. No meio da desgraca , a sorte , nao tive agua aberta, a proa estilhacou e o estai de vante ia caindo por pouco mas assegurei-o e o rombo foi acima da linha de agua . Estava 600 milhas de terra , esta era suposto ser a viagem perfeita e estava a correr sem nenhum problema.

Cheguei hoje a Tortola , coberto de vergonha e ressentimento comigo mesmo , vai haver investigacoes dos seguros e tudo mais mas o dano , na minha reputacao e na minha confianca , esta' feito. Nunca somos tao bons como pensamos e bastam dois minutos , dois metros , um instante , uma hesitacao , e vai tudo por agua abaixo. A moral estava em franca recuperacao nos ultimos tempos, agora mesmo que este processo resulte o melhor possivel para mim nada vai ser como dantes.



5 comentários:

Isa disse...

É uma coisa que terás com certeza de resolver contigo, mas fica desde já com um grande abraço e que a confiança esteja contigo. São anos e anos de trabalho que te mostram que és bom. É bom que as coisas não voltem a ser como dantes, no cinema chamamos-lhe ponto de n retorno, na vida deveríamos chamar-lhe isso tb. Mas normalmente n sao piores, são melhores...
Bjs

JB disse...

Um abraço sentido, meu caro, e que tudo corra pelo melhor.
jb

António Matos disse...

força bro, tudo se ultrapassa.

Keytas disse...

Grande Jorge, lastimo o sucedido, deve ter sido uma situação assustadora,coisas que só acontecem a quem está nelas e ainda bem que tudo acabou sem problema de maior a não ser é claro os danos materiais. Deste a volta por cima como d´habitude e bons ventos. Força

Rui Silva disse...

Tem calma quantos profissionais em qualquer área passam uma vida sem um incidente??. Por essa ordem de ideias um motorista a partis dos 10 anos conduzia em piloto automático com a certeza de não acontecer nada!?.