23.6.11

Há uma coisa de que sinto falta , é dos jornais. Não tanto falta de informação mas falta daquele acto quase ritual de ler o jornal , do manusear , do encontrar este ou aquele colunista , uma história que me interessa mais , um artigo importante , a opinião de alguém que aprecio. Esta falta sente-se muito mais às horas das refeições , porque se nunca gostei muito de comer a olhar para a televisão habituei-te há muito a ler enquanto como, e um jornal ou uma revista são muito melhor companhia para uma refeição do que um livro . Para a semana já tenho o Economist , que mesmo chegando com uma semana de atraso cumpre a função em pleno e mantém-me não só bem informado como instruído.
Acabei agora , 5a feira à tarde , de comprar o DN de Terça por 1,5E , satisfeitíssimo da vida . Estava a dar um passeiozinho de feriado, vim a Santa Cruz e aproveitei para ver se havia novidades. Agora vou a uma almoço que além de tardio vai ser prolongado e se calhar logo à noite já tenho alguma coisa para dizer mal. Ou bem...

Sem comentários: