6.3.12

Comida de Cão


Qualquer "especialista" diz que os restos de comida humana não são um bom alimento para cães , há rações de substituição de toda a ordem , que sendo produzidas “cientificamente” e industrialmente são uma alimentação completa para os bichos , além de mais práctica e conveniente . O marketing e as modas levaram a indústria da ração para animais a coisas um bocado extremas como a secção “gourmet” , e carregaram na imagem deração de boa qualidade = cão lindo e feliz , o que é uma relação improvável. Como os cães quase não têm sentido do paladar , vai muito do cheiro , textura e consistência da coisa , e pelo pouco que sei da química moderna , muito poucos ingredientes caros , raros ou complicados são precisos para fazer uma ração saudável e que o cão coma bem. Acho que há muita gente a gastar dinheiro demais com uma qualidade superior que não aproveita muito ao animal e de certeza que não o compensa pela falta de umas corridas e brincadeiras e passeios . Ponham lado a lado um cão alimentado a trinca de arroz com molhos da cozinha que todos os dias anda perto dos donos e pode correr e brincar um bocado e outro que come Pedigree Pal Buckingham Palace Special (se não existe deviam inventá-lo) e que vive sozinho numa varanda de 2X4 com duas voltas ao quarteirão à trela por dia e uma corrida ao fim de semana e tenho a certeza de que o mais feliz é o primeiro.

Eu dou ração ao meu cão primeiro porque nunca tenho restos nenhuns , apesar de comer sempre todas a refeições em casa e prepará-las eu ( não digo cozinho porque seria abusar do termo) , tenho mão certa e faço sempre tudo à medida. Segundo porque apesar de desconfiar do marketing sei que o cão precisa mesmo de certos nutrientes , e para ter esse equilíbrio sem rações era preciso cozinhar para o cão , e isso não faço. Faço-o para mim porque não posso comer rações e mesmo que houvesse restaurantes sempre abertos aqui era incomportável , mas não o faço para o cão .Por isso o Rofe começou a existência a comer Friskies Junior , a única ração específica para cachorros disponível aqui, logo , a melhor. Melhor que Friskies Junior só nos veterinários no continente , que nos podem explicar largamente todas as vantagens das marcas superiores e muitos , por coincidência , até as vendem. Friskies Junior custa aqui 26€ por 10kgs , mas pronto , dado que quero um Super Cão pelo menos enquanto está a crescer tenho que lhe dar do melhor , aos meios quilos por dia . O fabricante recomenda dar aquilo até pelo menos um ano de idade. O Rofe tem 7 meses feitos , pelo que ainda tinha pelo menos mais 5 meses a Friskies , mais ou menos 30E por mês , o que para mim nesta altura é muito considerável . Reparei que a Associação de Agricultores também vendia rações para cão , cão em geral sem distinção de idade ou tamanho , e agora o Rofe come Ruff , a 11€ os 18kgs . O saco é como o das ração do resto do gado, a ração parece assim um género de chocapic mais pardo e mais grosso. Ele come lindamente , depois de um incentivo na forma de falta de alternativas, está melhor que nunca , de vez em quando dou-lhe um ovo cru , até parece que se vê o pêlo a brilhar mais . Tem regularmente um osso de vaca fresquinho , tipo tíbia inteira , para triturar e em geral não se ressentiu nada de ter passado da comida dos anúncios para a “marca branca” .
Entretanto começou o programa de treino , 3 vezes por semana , sessões de meia hora , a frequência é para aumentar quando chover menos. Treinar sentar-se , andar ao pé , vir e ficar , a chamada obediência básica . É muito simples e no entanto é complexo e trabalhoso , mas compensa largamente . Se estiver basicamente obediente no começo do Verão podemos subir de nível .

4 comentários:

Isa disse...

tá lindo, ele.
:D eu adoraria poder comer ração, facilitava tanto a vidinha...

Jorge Ventura disse...

eu continuo à espera que a ciência invente a refeição em forma de comprimido ,isso é que era

António Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António Matos disse...

O cão está lindo!

Agora comer ração..o menos possível Já me chega o fast food, algumas pizzas manhosas e a papinha nestum em dias de preguiça extrema!

Lindo era semear, colher, confeccionar e comer belas comidinhas caseiras. É dos maiores prazeres da vida.