17.6.12

Domingo no Mundo

Não há sinais da Primavera por aqui , o Anticiclone dos Açores anda lá por baixo e chove dia sim dia também , com mais ou menos força , o que dificulta as minhas obras e as hipóteses de as terminar a tempo. Há dias em que nem se vê o telhado da casa à frente , e tenho pena  (estou a brincar , não tenho nada)  dos turistas que vêm cá , vão passear e depois só vêm bruma e chuva .Mas às vezes há uma aberta e parece outro mundo , acho que compensa bem.E depois começa a chover outra vez.

A marina está cheia de veleiros , que a maior parte das vezes só esperam que o tempo serene para zarpar para a  Horta. Construíram uma marina por milhões mas esqueceram-se de coisas como uns balneários , que custavam uns trocos e faziam a diferença toda no conforto dos visitantes , mas esta gente pode saber muito de betão armado  mas de vela de cruzeiro sabe ZERO , e pior que isso , não quer que quem sabe se chegue à frente.Não há problema , não é preciso ter lucro porque é o Estado e se der prejuízo não é grave pela mesma razão.
 Havia um quiosque e uma esplanada junto ao porto que era o sítio mais animado da Ilha no Verão , queriam fazer uma coisa nova , o que é de louvar mesmo que seja pago pelo contribuinte para dar lucro a um privado, mas enfim , faz falta. Com as vistas largas que se reconhecem ,  deitaram abaixo o quiosque e deixaram lá um monte de entulho para o Verão todo , as obras devem começar  no meio do Inverno , pelo que vai passar o verão inteiro sem um sitiozinho no porto para beber um café ou uma mini , são milhares e milhares de euros que a ilha deixa de facturar. 

No outro dia um amigo perguntava-me sobre a reacção das pessoas aqui à crise , e se havia crise . O que acontece aqui é que as pessoas têm , parece-me  , memórias mais longas e claras que os continentais das cidades , para os quais é feita a Política moderna . Dizer a uma pessoa daqui que isto está muito pior que há 20 anos é convidar uma gargalhada e um abanar de cabeça. O nível e qualidade de vida , aqui como no resto de Portugal , deu um salto enorme em 30 anos  , mas isso , e o modo como foi pago , está esquecido ou nunca foi compreendido . Apesar disso estou convencido que é mais a barulheira dos políticos a salivar e rosnar por atenção , e que o Povo lá no fundo sabe. Revolta-se contra a corrupção e corja que enriqueceu ilicitamente e desgovernou o país , mas sabe que ninguém pode viver indefinidamente de empréstimos , que Portugal é um país pobre e que não é o PCP nem o Bloco de Esquerda que têm a solução. Porque se os Portugueses acreditassem nas propostas deles  há muito que eles tinham mais que os 5 ou 6 % que conseguem sempre . 
Gostava de perguntar a um comunista ou bloquista se acha que os resultados eleitorais deles se devem a : 
a) As eleições em Portugal não são livres nem  justas
b) Os Portugueses são idiotas em geral e não percebem que a esquerda dura é a solução
 c) As propostas e posições deles não convencem o Povo , não convenceram em 30 anos e não vão começar agora.
Tenho para mim que é c) , mas gostava mesmo de ouvir a explicação deles , porque quem acredita na Democracia  tem que reconhecer a soberania da vontade popular expressa e tirar conclusões. Se uma pessoa passa 30 anos a propor algo e ninguém lhe liga nenhuma , isto tem que querer  dizer alguma coisa.

E por falar em vontade popular expressa , hoje é dia de decisão na Grécia , cuja  história recente é uma vergonha. Os políticos gregos são uma vergonha e  a minoria radical grega é outra. O Louçã lá do sítio diz que faz e acontece , aponta os culpados sem hesitar , promete o fim da austeridade. 
Sei bem que será péssimo para a Europa o colapso da Grécia e a sua eventual saída do Euro , mas não posso deixar de desejar ardentemente o vitória do Syriza , para que de uma vez por todas a Extrema Esquerda possa ter hipótese de mostrar o que vale no Governo. 
É natural que o pináculo da demagogia seja atingido na Grécia , e só lamento uma coisa na eventual vitória do Trotskista que anda de BMW enquanto insulta a Alemanha com cada fôlego : se e quando o Syriza vencer e for Governo e a Grécia inevitavelmente ruir , vamos ouvir que foi  por culpa dos Mercados , dos Bancos , dos Alemães , dos Capitalistas , de todos menos deles próprios , que tinham a solução mas não os deixam trabalhar. Farto-me rir de ouvir que querem "re-negociar" , é como um réu querer negociar a pena com o juiz.

E é também um Domingo especial porque a nossa selecção joga a passagem aos quartos de final.Eu acredito , mas se perdermos não me desilude nada. só espero que não sejamos  humilhados , fazer boa figura , lutar até ao fim , se tivermos que sair já que seja de cabeça levantada.


1 comentário:

António Matos disse...

Bem vindo de volta às bloguices. Já estava com saudades. O novo layout tb é porreiro. Abraço