31.10.13

CO2

E se vos mostrassem que a causa principal do aquecimento global não é o dióxido de carbono? 
Se vos convencessem de modo explícito e comprovado cientificamente que as temperaturas da Terra aumentam e diminuem consoante aumenta ou diminui a actividade magnética do Sol , que por sua vez é a causa principal das nuvens , por sua vez actoras principais do clima global e suas variações? 
 E se afinal a histeria do CO2 fosse em vão? Se afinal mais tonelada menos bilião de tonelada não são o que nos vai salvar ou condenar , a nós ou aos nossos trinetos? Se os discursos apocalípticos sobre as mudanças climáticas e a sua ânsia de apontar culpados e estar na primeira linha dos salvadores não fossem afinal mais do que discursos em vez de princípios orientadores de narrativas estabelecidas nas quais  eu também acreditei? 
Sempre achei que o foco do esforço da humanidade devia ser em adaptar-se à mudança mais do que a combatê-la ou preveni-la , mas também estava convencido de que o aquecimento global tinha origem humana , na forma do dióxido de carbono que produzimos . Ouvimo-lo das mais credíveis fontes que uma pessoa pode esperar encontrar , e acreditámos. Eu , pelo menos. 
Pois diz que não. Remeto-vos com entusiasmo para este documentario transmitido na insuspeita Arte sobre a pesquisa do dr Henrik Svensmark  ,dinamarquês  cujos trabalhos , mais os dos seus muitos colegas e associados que também pode ser encontrada ( para leigos como eu) por aqui , e certamente que os fóruns académicos sérios devem estar repletos de informação a actualidade sobre isto....ou talvez não , o documentário ilustra bem a reacção que estes estudos tiveram no meio científico . Ao fim de um processo longo e penoso foram finalmente publicados pela Royal Society , um dos pináculos mundiais da publicação científica , mas a recepção é , para dizer o mínimo , fria . 
Porque esta teoria , como é fácil de perceber , põe em causa não só um grande corpo de ciência produzido nos últimos 20 anos como muita decisão ( e acrimónia) política e muita decisão económica que à luz disto parece no mínimo pouco fundamentada e pouco séria. O planeta está a aquecer , isso podia ser terrível, havia que fazer alguma coisa , já . Para os políticos foi um achado , uma razão válida para sacar impostos às empresas mais “carboníferas” , aos biliões , ao mesmo tempo que agradavam aos ecologistas , ou se não aos ecologistas pelo menos ao cidadão comum que até gosta de atmosferas respiráveis e agradecia que houvesse água potável para os seus netos. Os governos eram vistos a fazer alguma coisa , entre elas a gastar milhões do erário público em conferências e estudos em como é que se pode gastar dinheiro a arrefecer o planeta e confirmar as ligações entre o aquecimento global e coisas intrínsecamente más como as multinacionais e as pessoas que conduzem V8's a gasolina . As estrelas e aspirantes a estrelas pop encontraram uma causa global e consensual para se promoverem e nos moerem a alma . Os Boaventuras Sousas Santos deste mundo encontraram o nexo final entre a suprema maldade neoliberal imperialista globalizada e a miséria humana : não só os Americanos espoliaram as economias mundiais e oprimiram os povos como ainda por cima ao enriquecerem assim deram cabo do clima a toda a gente . E além disso tornou-se evidente que a própria Natureza ia repudiar o Capitalismo , com a sua reacção violenta às actividades humanas . 
De um lado isto , ou variações mais lúcidas , do outro lado um sector da sociedade que tradicionalmente e ancestralmente acredita que a Terra está aqui para ser domada , explorada e controlada , e que todo o lixo e miséria que as degradações ambientais provocam são danos colaterias de actividades fundamentais . Entre estes dois pólos se tem discutido e guerreado enquanto os biliões se escoam para as Academias e agendas políticas e militares enquanto que a Terra continua a aquecer inexoravelmente. Repito porque gosto da palavra e acho-a excepcionalmente adequada : inexoravelmente. 
Será que não intriga os adeptos das teorias da conspiração a razão pela qual a ciência do dr. Svensmark tenha tantas dificuldades em se afirmar ? Não conviria a quem vende petróleo e a quem emite toneladas de CO2 que se desmentisse finalmente que este é a causa dos nossos males climáticos? Não seria a vingança dos políticos ridicularizados e dos grandes poluidores que pagam ( e traficam ) em créditos de carbono aos biliões? Não , porque assim que se estabeleceu definitivamente a Narrativa do Carbono essas empresas não tiveram escolha senão mudar e preparar-se para a realidade em que “menos CO2 é sempre bom , mais é sempre mau”. Parece-me que agora já não vão voltar atrás , porque naturalmente os lucros sólidos vão continuar nesta “nova economia sem carbono”. E os políticos não vão justificar o que se tem feito aos impostos lançados baseados na perniciosidade do CO2 para o Mundo. Ainda menos os cientistas que dedicaram carreiras , livros , cadeiras , doutoramentos , lucros e glórias diversas a demonstrar que nos íamos afogar e depois arder , e tudo por nossa culpa , de uns mais do que outros , que não podem encolher os ombro e admitir que estavam enganados na maior parte da sua Ciência . E muito menos ainda Sousas Santos & sus compañeros vão alguma vez reconhecer que a guerra ao CO2 foi ( e continua a ser ) só mais uma investida valente contra moínhos de vento que apesar do brio e boas intenções causou  prejuízos incalculáveis e mais conflitualidade . 
Dá-me pena pensar no desperdício colossal de recursos , em dinheiro e em tempo , gastos na presunção tripla de que o aquecimento global era causado pelo aumento dos níveis de CO2 na atmosfera ; que os níveis de CO2 eram principalmente causados pela actividade humana e que tudo isto era reversível.

Sem comentários: